Preservação de buquê: processo de desidratação

Magali_Desidratação Buque

Quer preservar o seu buquê e guardá-lo de recordação? O processo utilizado é o de desidratação onde o buquê é desmontado e cada flor é desidratada numa estufa quente, depois impermeabilizado, montado, e emoldurado ao estilo da noiva. Saiba mais abaixo sobre esse trabalho.

Tempo de desidratação: o processo leva cerca de duas semanas, vai depender da quantidade de flores ou do tamanho do buquê.

Emolduração: o buquê fica mais protegido e com menos contato com o oxigênio, o que ajuda a durar mais tempo.

Durabilidade: varia de buquê para buquê, depende do tipo de flor, e principalmente da qualidade, ou seja, o estado de conservação dessa flor. Pode variar de 6 meses a cinco anos.

Início da desidratação: o buquê deve ser entregue dentro do prazo máximo de quatro dias depois do casamento, que deve ser mantido na geladeira e não ficar molhando. O dia seguinte é o ideal para a entrega e pode levá-lo em mãos.

Buquê ideal para a desidratação: Todos os tipos de rosas são indicadas, pois dão bons resultados ao desidratar, porque elas mantém o formato exatamente igual ao natural. As de cores: vermelho, vinho, laranja ou pink permanecem com as cores ao desidratar. As de tonalidades claras tais como: chá, amarela, champanhe, marfim, branca, rosa bebê, ficam em tons de bege claro ao bege escuro. Vai dependendo do estado de conservação da rosa. Quanto mais novas e conservadas estiverem, mais claras ficarão, do contrário ficarão em tonalidades do bege mais escuro. As rosas vermelhas ficam perfeitas, igual ao natural.

 

Fonte: www.prontaparaoaltar.blogspot.com.br

Facebook Twitter Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *