Arquivo mensais:janeiro 2014

Saiba como escolher o cerimonialista certo para o seu casamento

 

Magali_Cerimonialista

 

 

 

 

 

 

 

 

No dia do casamento, cada detalhe da cerimônia e da festa devem ser pensados cuidadosamente e a escolha dos profissionais também é essencial. Veja como escolher o cerimonialista certo para o grande dia:

– O atendimento é de fato “a alma do negócio”. Vocês precisam buscar um profissional que saiba fazer um bom atendimento, afinal, ninguém no mundo merece ser mal tratado, não é? Observem a facilidade que os profissionais têm de “perder” clientes hoje em dia. Bom atendimento é básico, é o mínimo, ou seja, simplesmente fundamental. Noivas devem ser mimadas e paparicadas sempre. Tenham isso em mente;

– Os cerimonialistas devem ter uma boa equipe. Uma equipe que responda os seus emails (com a urgência necessária), comentários e pedidos de orçamento (de preferência, o mais rápido possível);

– Referências. O ideal é termos boas referências sobre o profissional a ser contratado;

– Simpatia. Para escolher um bom cerimonialista, você precisa simpatizar de cara com a pessoa, digamos que este é um dos segredos para se escolher os melhores fornecedores de casamento. Pensem que vocês vão conviver com essa pessoa por muitos meses até o dia do casamento. Reuniões e encontros são inevitáveis;

– Ele não é o centro das atenções. Isso acontece muito: confusão de papéis. O destaque deve ser unicamente voltado para os noivos.

– Competência, responsabilidade e profissionalismo acima de tudo. Os cerimonialistas devem passar segurança no que está sendo feito;

– Lembre-se que o cerimonialista não deve impor profissional nenhum a ser contratado por você. As escolhas devem ser feitas sem pressão alguma. Sugestões, ok! Imposições, jamais! Deixem isso bem claro, se for necessário;

– Sugiro sempre que algum advogado (algum amigo ou alguém da família mesmo) dê uma olhadinha no contrato – e isso vale para todos os fornecedores contratados no casamento – apenas para evitar problemas na organização do casamento e por exemplo, saber o que fazer se um fornecedor quebra o contrato;

– Documentar as reuniões é uma ideia excelente. E claro, se houver qualquer alteração (em contratos ou acertos), que sejam feitas por escrito e com a concordância de ambas as partes;

Enfim, pensem bem, analisem, sintam-se seguros e bem assessorados, pois podem apostar, o trabalho prestado por um bom cerimonialista é, sem dúvida nenhuma, parte da “alma do casamento”. Funciona mesmo e, quando bem feito, faz toda a diferença!

 

Fonte: http://zankyou.terra.com.br/

Tipos de Buffet para Casamento

Magali_Buffet Casamento

A comida é um dos itens importantes na festa de casamento. Como a variedade é enorme, é preciso escolher primeiro o tipo de comida que será servido no buffet, se será “finger food’, à americana, à inglesa, etc. O orçamento e o número de convidados devem ser levados em consideração na hora da seleção. Confira abaixo os tipos de serviços de buffet:

Serviço à americana:

Popularmente conhecido como bufê, este é um dos serviços mais solicitados nas festas de casamento, já que os próprios convidados se servem. Na maioria dos casos, esta é uma opção mais econômica, pois o número de garçons pode ser reduzido. No entanto, as mesas do jantar precisam ser constantemente abastecidas e devem estar bem localizadas. A equipe do cerimonial deve ser ágil e eficiente para evitar tumultos e filas quilométricas. Uma ótima opção é replicar o mesmo buffet em diferentes pontos do salão de festa.

Serviço à inglesa:

Neste serviço, a comida chega à mesa em bandejas e são servidas pelos garçons ao gosto dos convidados. Esta opção é ideal para evitar desperdícios. Para não haver mal-entendidos e agilizar o serviço, uma ótima sugestão é deixar o menu impresso em todas as mesas. Desta forma, os convidados já terão em mente o que pretendem comer. O ideal é que a troca de pratos –entrada, principal e sobremesa– seja rápida, por isso indica-se que estejam disponíveis dois funcionários para cada mesa.

Empratado:

Esta é uma das opções mais sofisticadas, já que os pratos são servidos individualmente e chegam à mesa, prontos e decorados. Casais que preferem um menu gourmet podem tranquilamente escolher esse tipo de serviço. O “maître” ou chefe da equipe de garçons deve estar atento para que todos os pratos sejam servidos ao mesmo tempo e os convidados possam degustar o jantar juntos.



”Finger food”:

Se a recepção é para poucos convidados, ainda é possível servir os pratos em pequenas porções. Esse conceito de “finger food” acabou virando queridinho de muitos, principalmente dos casais mais jovens. E nada de usar apenas guardanapo na hora de servir, já que pequenas louças, dos mais variados tipos, dão todo charme ao alimento e, inclusive, à decoração da festa. Só é necessário, no entanto, que os garçons circulem constantemente com variadas opções para nunca faltar nada para os convidados petiscarem.

 

Fonte: http://mulher.uol.com.br/casamento/

Como organizar um Chá de Panela?

 

Magali_Chá de Panela

Foto: Pinterest/Casamenteira

Assim como o casamento, o chá de panela precisa de planejamento e os detalhes devem ser escolhidos com todo o carinho. Confira algumas dicas para que seu evento seja impecável e inesquecível!

Organize você mesma seu chá
Por mais que você tenha uma amiga super próxima, ou a cunhada seja super animada, se o desejo é ter algo com a sua cara, pense você mesma nos detalhes.

Aceite ajuda!
Não é também porque você vai ser a própria responsável pelo seu chá que deve fazer tudo sozinha. Amigas e parentes próximas podem e devem ajudar, já que sua cabeça estará também nos preparativos do casamento.

Não tenha pressa…
Não adianta começar a querer pensar no Chá de Panelas 1 ano antes, ou assim que ficou noiva. No decorrer dos meses você vai acabar comprando e ganhando coisas já, sendo assim, o ideal é fazer o chá com 1 ou 2 meses no máximo de antecedência e, assim, já saberá melhor o que lhe falta para pedir.

Somente pras “VIPs”
Esse é um momento íntimo, para as amigas e familiares mais próximas, você não precisa – e nem deve – chamar toda sua lista de convidadas do casamento. Serve para dar atenção e comemorar com as pessoas que estão mais perto de você!

Decoração não é regra
Tem-se tornado muito comum mega produções para Chá de Panela, com bolos, flores, arranjos e afins, mas não, não é uma regra. Uma bonita mesa de doces já é suficiente para lindas fotos! E, se quiser dar uma incrementada, por que não juntar as madrinhas e fazer “coisinhas” vocês mesma? Como lembrancinhas, docinhos etc.

O Local
Defina o local somente após ter feito a lista das convidadas, para ter certeza que comportará todo mundo. Por ser uma confraternização intimista pode ser no apartamento novo, na casa dos pais ou até mesmo na casa de uma madrinha.

Peça coisas úteis
Faltando 1 ou 2 meses pro casamento provavelmente já será possível ter idéia do que vai faltar, ou lembrar de coisas que não havia pedido ainda e pedir. Só lembre-se de que os itens devem ser mais baratos do que os pedidos na lista do casamento. Boas idéias são: jg de xícaras, espátulas, facas, tábuas, potes, escorredor de massa etc

Convide virtualmente
Em época de Facebook, Twitter, Instagr.am e afins, não se faz necessário o envio de convites em papel nesse momento, tampouco, ligações. Você já estará bastante atarefada, um email com um “save the date” , e posteriormente um outro com o convite em si, basta. Pode ainda criar “eventos” no Facebook ou enviar DMs.

Homens?
Defina junto com seu noivo se será uma confraternização exclusivamente feminina ou, mista. Isso muda muito o conteúdo das brincadeiras e até mesmo o cardápio.

Comes e Bebes a vontade!
Cuide para que não falte comida e bebida para os convidados. Mesmo que uma amiga querida com dotes culinários maravilhosos queira oferecer uma torta ou algo assim, aceite, mas garanta que você vai oferecer o suficiente pra ninguém passar fome ou cede.

 

 

Fonte: www.listaperfeita.com.br